Viabilidade do uso de água residuária tratada na irrigação da cultura do rabanete (Raphanus sativus L.) (Unknown language)

  • ISSN:
  • Article (Journal)  /  Electronic Resource

How to get this document?

A utilização de água residuária tratada para irrigação pode se tornar uma alternativa para regiões que enfrentam escassez de água. O presente trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos do reuso de efluente doméstico na cultura do rabanete (Raphanus sativus L.). O experimento foi realizado em casa de vegetação do Departamento de Engenharia Agronômica (DEA), localizada na Universidade Federal de Sergipe/Campus de São Cristóvão no período de agosto a setembro de 2011. O efluente foi coletado na Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Rosa Elze, localizada no Município de São Cristóvão/SE. As irrigações foram feitas utilizando-se cinco diluições diferentes. A lâmina de irrigação foi obtida pelo método do Food and Agriculture Organization (FAO) 56. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado (IC), com cinco repetições e duas plantas por parcela útil. Foram avaliados altura, massa seca e fresca da parte aérea; comprimento e massa fresca da raiz; diâmetro do fruto e número de folhas. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade, não havendo diferença significativa. Em relação à qualidade microbiológica do bulbo, realizou-se a enumeração de coliformes termotolerantes, de bactérias aeróbias mesófilas e a pesquisa de Salmonella, os resultados demonstram que o rabanete encontra-se dentro dos padrões estabelecidos pela legislação.